Início    |   Quem faz    |   Contato

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Finalmente Ele veio

Foram 5 meses, 13 livros, mais de 4420 páginas, cerca de 200 personagens, muitos sorrisos, uma dezena de cenas de espanto, momentos de surpresa, alguns velórios, cerca de meia dúzia de fugas e muita base bíblica. Esses números todos para finalmente o Rei voltar.
Pra você que não entendeu nada, estou falando da série de livros "Deixados para trás" (DpT) de Tim LaHaye e Jerry B. Jenkins que me acompanhou felizmente por longos 5 meses.
Resumindo BASTANTE (afinal são 13 livros), os livros contam os dramas e aventuras daqueles que foram deixados para trás no dia do Arrebatamento da Igreja de Cristo. Quando descobriram a verdade da maravilha que é a vida com Jesus já era tarde demais. Porém, depois de 7 anos eles teriam uma segunda chance se estivessem no caminho do Senhor. A série narra todos os acontecimentos nesse período de espera e finalmente, em "O Glorioso Aparecimento" (DpT12), Ele veio. Jesus veio com seu exército celestial para salvar os seus e reinar sobre a Terra.
Ah, gente, não é spoiler nenhum dizer que Jesus voltaria né? Ainda mais porque o nome do 12º livro é "O Glorioso APARECIMENTO", e todo mundo que já tenha lido a Bíblia sabe da sequência dos fatos.

Grande spolier! Mas calma, no 3º dia Ele ressuscita!
Tirinha retirada do Profetirando

Daqui para baixo tem SPOILERS de verdade!

Antes de qualquer coisa tenho que dizer que nem tudo foi perfeito. Nos primeiros livros eram uma empolgação só, não tinha parte chata e os personagens eram muito contagiantes. Infelizmente, com o passar do tempo, o seleto grupinho de protagonistas foi aumentando exponencialmente e a trama toda tomou proporções globais. Tive a impressão que por causa disso bons personagens ficaram totalmente apagados e algumas relações sumiram do nada. As conversinhas inúteis mais divertidas acabaram dando lugar somente para as escutas clandestinas nos escritórios do anticristo, onde cada "Ai" era importante. As vezes também acontecia dos autores encherem 2 páginas do livro com capítulos inteiros da Bíblia, isso também não era legal. Não que eu não goste de Bíblia, é simplesmente pelo fato de estar replicando algo, poderia simplesmente deixar a referência ao capítulo ou resumir deixando os versículos-chave da mensagem.

13 livros é MUITA coisa. A gente se apega demais aos personagens, eles praticamente entraram para a família. Me lembro de ter ficado meio deprimido junto com o Rayford em "Assassinos" (Dpt6) e também que o bebê da Chloe nasceu no mesmo dia que o JP. Vocês tinham que ver a minha felicidade quando, depois de muita resistência, a Hattie aceitou Jesus. Eu fiquei muito alegre como se ela fosse uma pessoa real. Para mim era. Vai ser difícil eu me desapegar dessa série e encarar um outro livro qualquer sem os sarcasmos da Leah ou as confusões do Abdulah. Sem sombra de dúvidas esses foram os melhores livros que li em minha vida e que também me fizeram aprender de verdade sobre a Bíblia, principalmente as profecias do Apocalipse que antes eram totalmente obscuras para mim.

Chloe Steele Williams para mim foi definitivamente a melhor personagem. Outras mulheres (Leah e Hattie) também eram ótimas mas Chloe foi a que teve maior destaque por existir desde Dpt1. A menina era muito irônica e inteligente, cada palavra dela me fazia dar uma gargalhada, principalmente quando ela e Buck (seu marido) discutiam, briguinhas típicas de casal.

Chloe: Devemos ser gratos por termos tantos carros elegantes, podemos escolher qualquer um.
Buck: A velha Bessie está conosco a um tempão, não?
Chloe: Essa lata velha é a Bessie? Vocês, homens, têm a mania de dar nomes de mulher a seus carros.
Buck: Pense um pouco. É o melhor elogio que posso fazer a uma mulher.
Chloe: Continue. Você já vai receber o troco. Deixe-me ver se o velho Charley e eu podemos resolver essa parada. Dar um nome masculino ao meu cérebro é o maior elogio que posso fazer aos homens.
Buck: Pense no quanto a Bessie tem sido útil para nós. Ela nos ajudou a vencer o trânsito quando a guerra estorou. Manteve você viva quando saiu da pista e caiu em cima da árvore. Rodou comigo para dentro de uma cratera e saiu de lá, pulou e atravessou obstáculos.
Chloe: Tem razão. Homem nenhum teria feito isso.
Buck: Você e Charley descobriram isso sozinhos?

Olha a Bessie aí!
Para os crentes de DpT não tinha essa de ser ultrapassado.
Os aventureiros viviam a bordo de Rangs e Lands Rovers.

Não posso deixar também de listar pelo menos alguns momentos que para mim foram marcantes. Dava para fazer um top 100 mas acho que 3 já são suficientes, pra conhecer tudo leia os livros, vale muito a pena.

3º lugar - Reunião dos Santos no estádio Teddy Kollek (DpT5 - Apoliom): Cerca de 2 mil pessoas se juntam num estádio de futebol para ouvir as pregações de Tsion Ben-Judá. Se fosse um filme seria uma cena maravilhosa, ver 2 mil pessoas cantando em uníssono um louvor a Deus. Pra variar eu imaginei que a música era Precioso da Nívea Soares, foi lindo. O AntiCristo ainda resolve aparecer lá de surpresa e é ridicularizado na frente de todos os humildes pondo na boca uma garrafa de água que instantaneamente se tornara sangue.

2º lugar - Morte da Senhora Miklos (DpT8 - A Marca): Nessa eu até chorei. A Sra Miklos foi decapitada num centro de detenção na Grécia por recusar receber a marca do AntiCristo (o famoso 666). Foi muito comovente, ela firme e forte na fila para a decapitação na guilhotina (ou aparelho de imposição à lealdade como os hipócritas diziam). Eu chorei por causa do amor que ela sentia por Jesus e suas últimas palavras que foram: Meu Jesus, eu te amo, sei que tú és meu. Ah, chorei mesmo, e daí?

1º lugar -  Nicolae Carpathia revela ser o AntiCristo (DpT1 - Deixados para trás): Nada superou esta passagem do primeiríssimo livro. É claro que eu já desconfiava mas a forma que aconteceu foi surpreendente. Nicolae marca uma reunião com todos os poderosos da ONU e convida Buck para participar como parte da imprensa. Na sala também estão vários outros candidatos à Anticristo. Todas as suspeitas acabam quando Nicolae, contando um papo sinistro, mata os outros 2 suspeitos com um tiro só na frente de todo mundo. A surpresa foi porque ele era todo certinho e de repente comete um duplo assassinato. O pior foi que através do medo ele conseguiu convencer/hipnotizar todos os presentes de que os caras tinham se matado. Exceto Buck, que já tinha a proteção do Senhor, ficou com a mente sã o suficiente para conhecer a verdade.

E finalmente, no 12º volume, Ele veio, Jesus em pessoa. Foi um momento marcante também, ainda mais por todo esse período de sofrimento e tribulação, sem contar essa espera interminável. Jesus pôde ser visto em todo o mundo e a cada palavra de sua boca, os exércitos do anticristo iam desmoronando, explodindo e caindo aos seus pés. A visão mais legal foi a de Rayford no meio do campo de batalha sendo atravessado pelos inimigos sem sofrer dano algum. Obviamente, Jesus vence a guerra e o anticristo e o falso profeta já são passado.
Bom, é isso aí. A série foi muito empolgante mas eu prefiro subir no Arrebatamento mesmo, na primeira oportunidade. Acho que eu morreria nos primeiros dias da tribulação. Se eu posso aproveitar com facilidade a primeira chance, por que esperar mais? Jesus está aí para todos aqueles que queiram encontrá-lo, cada dia que se passa fica mais difícil, então é melhor correr. 

Espero que tenham gostado e se empolguem a ler esses livros mas, principalmente, que queime em seus corações o desejo de não serem deixados para trás.

6 comentários:

Cíntia Mara disse...

Comentário com spoilers

Eu sou suspeita pra falar dessa série, foi uma das primeiras que li depois "redescobrir meu amor pelos livros". Não tinha dinheiro pra comprar e lia tudo em e-book. Quase tive um treco quando consegui comprar a coleção completa no Submarino, rsrs. Também já li as 3 pré-sequências e, se algum dia o tempo permitir, lerei tudo de novo.

Acho importante eles terem colocado os trechos da Bíblia, porque não são apenas cristãos que lêem o livro. Nem todo mundo tem uma Bíblia ao alcance quando está lendo.

Chloe também é minha favorita, me identifico com ela. Mas também gostava muito do David e chorei quando ele morreu. Ah, a morte da Hattie também foi marcante. Essa cena que você citou no primeiro livro, com certeza é uma das mais chocantes.

Concordo com você, é melhor subir na primeira chance. ;)

Priscila Gonçalves disse...

Olá Felipe
Desculpe pelo "quase" calote de ontem, é que a net caiu mesmo... mas gostei mt de seu blog... tô seguindo tbm!!!

pow li esse artigo sobre a sério... e cara me deu até vontade de ler os livros... eu apenas assisti os filmes e sinceramente não me passaram tanta emoção quanto as relatadas em suas palavras... como eu sei que os filmes nunca retratam fielmente o que há nos livros, vou procurar lê-los...

Que Deus te abençoe
Pris

http://cantinhodapris.blogspot.com/

Kadu disse...

vixe não tive coragem de ler o spoiler, mas fiquei interessado em compar essa obra...Deus abençoe
www.espiritoemverdade.blogspot.com

Priscila Gonçalves disse...

Oi Felipe, acabei de ler seu post sobre "amor e catar piolhos" e passei aqui pra dizer que comprei a coleção "Deixados para trás"... desde que li esse seu artigo, coloquei esses na minha lista.
semana passada aproveitei a promoção da submarino, (isso tá virando um hábito)... e comprei a série completa =D
depois de ler, te falo o que achei!
Fica na Paz
bjo
Pris

Aline Barros disse...

Eu ri com a tirinha hahah =x

Aline M. Gomes disse...

Vc levou 5 meses??? Levei mais de 5 anos pra ler a série toda e agora já vi que vou ter que reler td outra vez kkkkkkkkkkkkkk

Tive uma paixonite pelo David.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...